Segunda, 12 de setembro

 

O QUE SÓ UM ESCRITOR PODE (NOS) CONTAR: ALTAIR MARTINS

Vencedor do prêmio São Paulo de Literatura com seu primeiro romance, A parede no escuro, o escritor gaúcho fala sobre sua carreira literária e sobre sua experiência em sala de aula com a Escrita Criativa.

Altair Martins, mediação de Alexandra Lopes da Cunha e Alexandre Rodrigues. Leitura de Annie Müller.

 

 

Terça, 13 de setembro

 

CURTINDO O LIVRO ADOIDADO: AS PERIPÉCIAS DA LITERATURA DE ENTRETENIMENTO CONTEMPORÂNEA

Ressignificando o discurso acadêmico sobre a literatura exclusivamente voltada para a diversão, a mesa pretende desconstruir estereótipos e mostrar um panorama do que é feito hoje no Brasil na literatura de gênero, em especial na fantasia, na ficção científica e nas distopias.

 

Gustavo Melo Czekster e Laila Ribeiro, mediação de Yannikson Pereira. Leitura de Celso Alves.

 

Quarta, 14 de setembro 

DA CELULOSE AO CELULÓIDE: OS LIMIARES ENTRE A NARRATIVA LITERÁRIA E O ROTEIRO CINEMATOGRÁFICO

As diferenças, as semelhanças e as quebras entre o texto de literatura e o texto de cinema em uma discussão conduzida por escritoras-cineastas cujos trabalhos transitam por várias linguagens artísticas.

 

Iuli Gerbase e María Elena Morán, mediação de Lamara Disconzi. Exibição de curta de Leonardo Wittmann.

FESTIVA2018

A Festa da Escrita Criativa